Meteora, os mosteiros suspensos da Grécia

Guiasul Turismo

Há pouco mais de seiscentos anos, um monge da península do Monte Athos fundou no noroeste da Tessália um mosteiro. O penhasco sobre o qual se alçou o retiro ortodoxo passou a ser conhecido por “meteoros”, que em grego significa “suspenso no ar”. Durante os séculos posteriores, foram edificados nesta região da Grécia mais de vinte mosteiros, dos quais cinco sobrevivem habitados.

Os mosteiros de Meteora

Não é raro ver-se caminhantes a calcorrearem lentamente a estrada que serpenteia em direcção a norte, a partir do pequeno povoado de Kastraki, sempre com o panorama de abruptas fragas no horizonte.

Antes de avistar Agios Nikolaos, verão à esquerda as ruínas do mosteiro de Pantokrator, um dos muitos que foram, entretanto, abandonados ao longo dos últimos trezentos anos, e do lado oposto algumas formações rochosas que caem como muralhas a pique sobre o solo. Nelas estão gravadas, como escuras…

Ver o post original 1.568 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s